Esmu - Escola de Música da UEMG

INÍCIO - NOTÍCIAS

Notícias

06/09 - Concerto especial para alunos de escolas públicas tem a participação da EsMu
Com informações do Estado de Minas

Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A.Press


O primeiro contato com a música clássica pode ser o início de uma relação duradoura. Pensando nisso, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais promove anualmente, contando com a parceria da Escola de Música (EsMu) da UEMG, o projeto “Concertos Didáticos”. Nesta terça-feira (05/09), foi realizada uma apresentação especial para cerca de 1.700 alunos de escolas públicas, sob regência do maestro Marcos Arakaki, na sala Minas Gerais, na sede da filarmônica, no Santo Agostinho, Centro-Sul de Belo Horizonte.

"A maioria desses alunos nunca teve contato com a música clássica. É uma oportunidade para que eles conheçam e se encantem por ela", explica o presidente do Instituto Cultural Filarmônica, Diomar Silveira. O projeto concertos didáticos permite levar música de uma forma diferente aos ouvidos de crianças, jovens e adultos.

A interação com a plateia é o principal diferencial do concerto didático. Durante a apresentação, o maestro explica a constituição da orquestra e a família de instrumentos. "Cada apresentação é pensada especialmente para atender aos alunos. Optamos por uma coletânea de música mais simples para motivá-los", acrescenta Diomar.

Antes do encontro ao vivo com a filarmônica, os estudantes da EsMu/UEMG visitam as instituições inscritas para apresentar noções básicas sobre o funcionamento de uma orquestra. "Assim, os alunos já vão se preparando para o concerto", complementa Silveira. Para estimular o aprendizado, cada escola recebe um kit com CDs e DVDs que passam a integrar a biblioteca da instituição.

Além de acompanhar o trabalho da filarmônica, o público tem a oportunidade de aprender um pouco sobre os instrumentos, suas possibilidades e os estilos de música clássica em diferentes países. “Já tocamos para mais de 38 mil jovens nesses concertos e, além de ser um momento muito gratificante para nós, é impressionante como isso ajuda a despertar o interesse dos estudantes pelo repertório clássico”, assinala o maestro Marcos Arakaki.

Este ano, 6,8 mil alunos da rede pública estadual participaram do projeto, que tem como objetivo difundir o estilo clássico e aproximar o público infantojuvenil desse universo musical. São 120 escolas participantes de 12 municípios mineiros. Os concertos são gratuitos e fechados para as instituições inscritas e selecionadas pela Secretaria de Educação.
Cursos